This site is also available in English
self-leadership

Princípios do feedback eficaz

O objetivo deste exercício é que o grupo discuta, defina e chegue a um acordo sobre princípios fundamentais do feedback eficaz. Os participantes discutem exemplos de feedback eficaz e ineficaz em dupla, depois trabalham com o grupo para definir o que é um "feedback eficaz". Depois, em grupo, criam uma lista de princípios que terão como objetivo trabalhar.

  1. Passos 1:

    Explicar o objetivo da sessão para que o grupo chegue a um acordo sobre os princípios primordiais do feedback eficaz. Se relevante, discuta brevemente em grupo o que é feedback e por que é uma prática útil.

    Divida os participantes em duplas e peça que discutam exemplos de quando receberam feedback eficaz/útil e feedback ineficaz/prejudicial. Dê 5-10 minutos antes de reunir todo o grupo para ouvir alguns exemplos.

  2. Passos 2:

    Explique que agora que o grupo já ouviu alguns exemplos da experiência, trabalharão juntos para extrapolar alguns critérios ou princípios do feedback "eficaz" e "ineficaz".

    Escreva os cabeçalhos "eficaz" e "ineficaz" em cada flip chart. Peça sugestões do grupo enquanto você as escreve, fazendo primeiro a coluna "eficaz", depois mudando para "ineficaz".

    Notas do Facilitador

    Seu papel é capturar com precisão as sugestões do grupo. Você pode parafrasear sugestões para maior clareza e pedir aos participantes que expliquem se a sugestão não estiver clara. Se surgir uma sugestão que não corresponde ao acordo do grupo (por exemplo, "é melhor dar feedback crítico por mensagem de texto"), abra uma breve discussão com o grupo antes de escrevê-la no flip chart. Lembre-se de escrever de maneira clara e precisa. Se necessário, use várias folhas do flip chart.

  3. Passos 3:

    Contribua com a conclusão do brainstorming do grupo, adicionando princípios da lista abaixo. Geralmente, a maioria desses princípios será expressa de uma forma ou de outra. Adicione apenas princípios que o grupo ainda não mencionou.

    1. Descreva o comportamento, não a pessoa
    2. Não julgue ou rotule
    3. Concentre-se nos resultados de desempenho
    4. Não tente mudar os demais
    5. Fale de forma simples e clara
    6. Avise à pessoa que você gostaria de dar feedback
    7. Assuma seu próprio feedback e fale por si
    8. Não misture seus pensamentos e sentimentos com os dos demais
    9. Sempre seja específico. Não generalize.
    10. Seja oportuno e regular
    11. Não tente guardar suas observações para dizer todas de uma vez
    12. Foque na solução
  4. Passos 4:

    Pergunte ao grupo como vão se assegurar de que trabalham com esses princípios. Peça sugestões de membros do grupo. Encerre a sessão quando sentir que atingiu uma resolução natural.

    Notas do Facilitador

    Este exercício deve ser combinado com uma experiência tangível de dar e receber feedback. Use um exercício do tipo a impressão atual mais forte ou eu agradeço no mesmo dia para que os participantes tenham os princípios conceituais e a experiência tangível.