This site is also available in English
self-leadership

Escuta ativa

Esta atividade apoia os participantes a refletir sobre uma questão e gerar suas próprias soluções usando princípios simples de escuta ativa e coaching de pares. É uma excelente introdução à escuta ativa, mas também pode ser usada com grupos que já estão familiarizados com ela. Os participantes trabalham em grupos de três e se revezam como "o sujeito", “o ouvinte” e “o observador”.

Saiba como aplicar esta ferramenta:

Learn about the Master Class
  1. Passos 1:

    Faça uma breve introdução à escuta ativa.

    Explique que, muitas vezes, quando refletimos e discutimos, tendemos a focar em indivíduos e questões múltiplas ao mesmo tempo, movendo nossa atenção e foco. Entretanto, quando ouvimos os outros, tendemos a fazê-lo de maneira orientada para a discussão, pensando em "o que vou dizer depois", ao invés de ouvir o outro com presença e atenção. Uma maneira poderosa de explorar uma questão ou um problema é usar a escuta ativa com foco em uma pessoa de cada vez. Para este exercício, é isso que faremos.

    Opcionalmente, faça uma lista junto com o grupo de “O que é escuta ativa?". Convide as pessoas a oferecer respostas espontâneas e as escreva em um flipchart.

  2. Passos 2:

    Usando um flipchart, apresente as três funções que os indivíduos assumirão durante o exercício.

    O sujeito: O papel do sujeito é explorar a questão ou o problema a partir de sua perspectiva pessoal. A pessoa neste papel deve permitir que o foco esteja em nela e deixar a reflexão fluir naturalmente, sendo guiada pelo ouvinte ativo.

    O ouvinte ativo: O papel do ouvinte ativo é ouvir estando 100% presente e com foco completo no sujeito. Para ouvir com todo o corpo, ser curioso, observar, parafrasear o que escuta e orientar a conversa, esta pessoa deve fazer perguntas abertas, incentivar a reflexão e ter o cuidado de não oferecer conselhos.

    O observador: O papel do observador é observar o processo sem falar. Para fazer observações de uma perspectiva externa e para ver e ouvir coisas que o ouvinte e o sujeito não podem, esta pessoa deve ficar em silêncio durante todo o processo para observar e fazer anotações sobre o que vê e ouve. Ao final, ela deve compartilhar suas observações com os outros.

  3. Passos 3:

    Configure a questão ou o problema. A questão ou o problema é o que cada sujeito irá explorar e refletir. Pode ser tanto uma questão comum para todo o grupo (por exemplo, "Quais são as maiores barreiras que impedem a mudança no meu trabalho e como posso trabalhar para superá-los?") Ou cada assunto pode definir sua própria pergunta ou problema (por exemplo, Escolha um desafio no local de trabalho com o qual você está lutando atualmente). Certifique-se de que todos os participantes compreendam o que devem explorar e refletir.

  4. Passos 4:

    Peça aos participantes que se organizem em grupos de três. Deixe claro que cada participante deve ter cada função por um período de tempo determinado. Dê aos grupos uma hora ou mais para que cada rodada possa durar 20 minutos. Explique que os grupos devem prestar atenção ao tempo e garantir que haja três rodadas iguais.

  5. Passos 5:

    Uma vez que os participantes terminarem, encerre o exercício, utilizando perguntas como:

    • O que aconteceu comigo durante o exercício?
    • Como foi ser o observador?
    • Como foi ser o sujeito?
    • Como foi ser o ouvinte ativo?
    • O que aprendi sobre mim?
    • Como posso aplicar os insights deste exercício?